Istambul, a cidade de dois continentes!

Istambul sempre me interessou. Ouvi muito sobre essa cidade, que além da fama pelo comércio e pelas suas belezas, carrega uma geografia única. E como adoro geografia, lá fui eu, em um vôo tranqüilo e divertidíssimo (ao lado de um casal argentino) desde Atenas, pousar na única cidade do mundo que está em dois continentes.

 

 

Pois é, apesar de não ser a capital da Turquia (a capital é Ancara), é em Istambul que tudo acontece. A antiga Constantinopla é dividida em três partes. Duas porções da cidade estão no lado Europeu e são separadas pelo Chifre de Ouro, “braço” de água que tem esse nome pelo formato e pelo brilho ao pôr do sol. Ao sul está a parte velha (e turística) e ao norte a nova Istambul. Do outro lado, está a parte asiática, que pode ser alcançada por um dos barcos que cruzam o estreito de Bósforo ou pela gigantesca ponte que une os continentes. Esse estreito tem águas muito movimentadas pelos inúmeros barcos que passam ali diariamente, já que ele liga os mares Negro e de Mármara e é acesso marítimo entre Ásia, Europa e África. Dois milhões de pessoas usam o transporte marítimo local diariamente e 55 mil navios passam anualmente pelo estreito.

O comércio está no sangue turco e percebi isso logo ao chegar ao aeroporto. Simpatia e poder de persuasão são as armas deles.

A pergunta que eu mais me fazia, era “o que conhecer em Istambul?”, além de visitar a maravilha da vez, é claro! Como sempre faço, ao desembarcar fui procurar o ponto de informação turística para pegar meu mapa e saber como chegar ao hostel Sultan, que era bem localizado  e com fácil acesso aos aos principais pontos da cidade. Assim, quando o primeiro turco me ofereceu transporte ao centro, argumentei dizendo que pegaria o metrô e depois o tram, então ele nem questionou. Mas saibam, deixar de dar sua oferta no comércio turco pode ser até uma ofensa a eles. Sempre perguntam qual o seu preço e o deles, normalmente, é o dobro do real.

 

 

Istambul tem mais de 2500 mesquitas e na mais conhecida, a Mesquita Azul, após tirar os sapatos e entrar, você perceberá o por quê do nome e o tamanho da crença desse povo. Essa mesquita realmente é linda e dentro dela você encontrará muitas informações e folhetos sobre o islamismo e suas rezas. Achei bem interessante.

De frente à Mesquita Azul está o principal motivo da minha vinda a Istambul. A Basílica de Santa Sofia, que hoje é um Museu. Ela foi construída no século V pelo Império Bizantino para ser a Catedral de Constantinopla e convertida em Mesquita no século XV após a tomada de Constantinopla pelos turcos Otomanos. Em 1935 tornou-se um Museu. Hoje ela passa por grande restauração. Realmente linda!

Antes de me despedir da cidade, eu tinha que experimentar o mundialmente conhecido banho turco. Só não sabia que ganharia uma surra de brinde!

 

 

Toalhinha xadrez amarrada na cintura e entrei na sauna toda de mármore. Após alguns instantes o turco barrigudo e bigodudo entrou e disse em “turquinglês”: after fifteen minutes, massage!!! Lá fiquei eu, esperando a tal da massagem, feito uma lagartixa no mármore. Ele entrou e me mandou sentar ao lado de uma pia de mármore. Alternou água quente e fria e me escovou. Voltei pro mármore e começou a massagem com espuma. As costas e o pés são os locais mais importantes para um mochileiro, então a massagem veio na hora certa, após 50 dias de viagem.

Depois disso, água de novo e fiquei mais um tempo na sauna. Mal sabia o que me esperava! O “bigode” voltou e falou para eu deitar no chão. Me pisoteou, deu chaves de braço, murros relaxantes e torceu minhas pernas. No meio disso tudo tive um ataque de risos e acho que ele pensou que a pancadaria estivesse divertida. No final eu estava novo em folha e pronto para o próximo destino!

——————————————————-

Outros posts de viagem pela Europa!

Vídeos do Mochileiro!

O Mochileiro em Paris – Torre Eiffel!

Booking.com

2 thoughts on “Istambul, a cidade de dois continentes!

    1. Daniel Thompson

      - Edit

      Responder

      Oi Maria José!
      Istambul é realmente linda… também pretendo voltar um dia!
      Obrigado pela visita ao blog!;)

Adicionar comentário