Apertem os cintos que a educação sumiu!

Apertem os cintos que a educação sumiu!

Fácil notar o quanto os aeroportos estão mais cheios. Economia indo bem, as pessoas com mais oportunidades e as passagens mais baratas, então tá explicado!

O que não se explica é a falta de educação no avião, além da ansiedade e da pressa. Ou se explica e eu não tô vendo?

A tal da janelinha
A tal da janelinha

Nos últimos tempos andei bastante de avião. Nos últimos meses, foram várias viagens pelo Brasil e eu gosto. Nada que se compare a uma viagem de trem, mas é muito legal. O clima do aeroporto, o embarque, o frio na barriga durante a decolagem (acho que eu nunca vou perder isso!) e a janelinha… é, a janelinha!

Desde criança eu sempre gostei de ir na janelinha. Ver tudo, não perder um minuto sequer da viagem. Prédios que viram um grande Lego, rios que formam desenhos divertidos, montanhas que ficam baixinhas, nuvens que formam animais e objetos dentro da nossa imaginação e, no pouso, os carros que parecem formiguinhas… tudo isso se perde um pouco conforme crescemos. Se por um lado isso aconteceu um pouco, por outro, eu quero a janelinha cada vez mais.

Explico:

Se o voo é longo, vou dormir bastante (é, isso não é uma dificuldade pra mim) e assim ninguém me perturba pra sair pra ir ao banheiro ou esticar as pernas. Se o voo é curto, ninguém me perturba também e eu ainda me divirto com o empurra-empurra da chegada, que é, na verdade, o tema desse post!

Principalmente nos meus últimos voos, eu tenho apreciado o momento da chegada do avião ao aeroporto. Penso que as pessoas são surdas ou burras, mas nada disso, são mal educadas mesmo. É instantâneo, logo após as instruções de desembarque serem dadas, como “mantenham os cintos afivelados até a parada total da aeronave” ou “utilizem seus telefones celulares somente após chegarem ao saguão” , já se ouve os “tlacs, tlacs” dos cintos se soltando e os barulhinhos dos celulares sendo ligados. Será que é difícil entender que isso é uma regra de segurança?

Bom, daí quando a aeronave para, mesmo sem saber se é a parada final, pois os avisos de apertar os cintos ainda não se apagaram, a manada se levanta em uma busca frenética pelos bagageiros e bolsas. Peraí, temos que evacuar a aeronave? Onde está a rampa inflável? A cena é hilária (ou ridícula). As poltronas ficam quase vazias e os passageiros se espremem e se acotovelam no corredor esperando a autorização de desembarque. Fora que muitos tiram malas pesadas, bolsas gigantes e batem na cabeça dos outros. Olhares fulminantes são trocados e qualquer pedido de desculpas já desembarcou.

Detalhe: só passa uma pessoa por vez na porta, muitas vezes terão que pegar um ônibus até o terminal de desembarque  e quem saiu por último será o primeiro no ônibus. Incrível, não?! Será que pensaram nisso antes?

A corrida pra sair do avião...
A corrida pra sair do avião…

Chego na retirada de bagagem, vou ao banheiro antes e ando até a esteira pra pegar meu mochilão. Sabe quem tá lá? Todo mundo, afinal, o fato de você, criaturinha apressada e mal educada, ter desembarcado antes, não significa que terá sua mala antes.

Se você anda de avião, pense em tudo isso. As regras, por mais que sejam muitas vezes mal feitas, estão lá por algum motivo e o respeito ao próximo é um princípio a ser seguido. Além de tudo isso, viajar, a lazer, negócios ou por outro motivo é gostoso, então curta isso do começo ao fim.

Se você não gostou de tudo que tá escrito aqui, siga com o seu comportamento, pois isso rende pelo menos boas risadas e alguns textos!

Agradecemos a preferência e esperamos revê-lo a bordo em breve! Até a próxima viagem!

Acompanhem o mochileiro por aqui e nas redes sociais! 😉

————————————————–

Veja também:

Vídeos do Mochileiro: webséries, programa na TV, entrevistas e muito mais!

Guias do Mochileiro (Dicas de Roma, Paris, Nova Iorque, Santiago, Buenos Aires etc)

Como tirar seu passaporte?

 

Booking.com

66 thoughts on “Apertem os cintos que a educação sumiu!

  1. Boaaaaaaa Dan!

    Kara, eu sempre sou um dos últimos a sair do avião e aí quando tem que pegar o ônibus até o portão do desembarque eu sou um dos últimos a entrar e consequentemente um dos primeiros a sair.

    Outra situação é quando eu não despacho a mochila, sou um dos últimos a descer e depois passo reto enquanto a galera tá esperando a bagagem na esteira… adoro!

    um abraço mano,

    Jonathan Padua

    1. Valeu, Jonathan! É isso mesmo, as pessoas não pensam nisso.
      Ainda vou fazer 100% das minhas viagens sem precisar despachar a mochila. Meta de mochileiro, rs!
      Abração e valeu pela visita ao blog!

  2. Daniel, eu tenho a mesma reação de indignação e revolta quando vejo as pessoas soltando os cintos antes mesmo da aeronave parar por completo. Sem falar nos sujeitos que levantam e atropelam a gente para buscar a mala de mão no bagageiro. Aí depois você se depara com essas mesmas pessoas no free shop cheirando perfumes.. vai entender! Abs!!!

    1. Pois é, Rafael, não da pra entender.
      Uma vez ou outra alguém atrasado e com pressa, ok. Mas é sempre e um monte de gente. Pelo menos a gente se diverte com isso!
      Abs e obrigado pela visita ao blog!

  3. Concordo plenamente e enquanto fui lendo o que você escreveu eu fui imaginando o resto e foi exatamente o que estava pensando… principalmente no que se refere as pessoas se levantarem como loucos… as vezes o avião fica 10 minutos parado e se vc estiver no corredor leva malada na cabeça, fica com pessoas esfregando a bunda na sua cabeça e um monte de gente com cara de cu em cima de vc! Senta e relaxa porra!!! 😉

    1. Hahahahaha! Valeu Itamar, é isso mesmo!
      E olha que acontece muito do avião ficar bastante tempo parado e o pessoal todo espremido no corredor.
      Por isso vou de janela e fico curtindo a loucura dos outros… rs
      Abraço e valeu pelo comentário!

  4. Indignação de viajantes de verdade!! Concordo totalmente com a indignação que daqui é recíproca!

    Eu juuuro que, mesmo sabendo que alguém pode se machucar, queria que o comandante desse uma daquelas freadinhas com esse bando de gente mal educada em pé… Afinal, ninguém pode reclamar de não ter sido avisado que poderia! 3:)

    1. Adri, uma vez isso aconteceu no avião em que eu estava. Ele parou, mas apenas para esperar a confirmação do local do estacionamento final e nesse momento várias pessoas se levantaram. Nessa, quando ele saiu novamente, só deu gente balançando e caindo, junto com as malas.
      Abraço e valeu pela visita ao blog!

  5. Excelente, meu velho!!
    Mas diga lá, vc que já viajou esse mundão todo, em voos onde não há brasileiros também é assim?
    Grande abraço, querido Dan!
    H.

    1. Grande Henrique!
      Ótima pergunta. Polêmica!
      Dei o exemplo do Brasil, mas acontece sim em muitos lugares, porém não com tanta frequência.
      Valeu pela visita ao blog! Abraço!

  6. Nossa, escreveu exatamente tudo que passa na minha cabeça nestes momentos. E concordo com o comentário acima. Torço por um solavanco final pra ver o povo desequilibrando.
    E quando sobra o corredor e as pessoas do lado ficam te olhando nervosas e de cara feia porque você não levanta? kkkkkk

    1. Putz, Carol. To aqui tentando imaginar… difícil! Já vi muitos tripulantes correndo pra mandar passageiro sentar!
      Vocês precisam ter paciência dobrada!
      Obrigado pela visita ao blog!

  7. Gale, exatamente isso pego no mínimo 2 voos por semana, essa serão 6… E todos exatamente assim, e agora para piorar os primeiros apressados desembarcam e entram no ônibus e param na porta, atrapalhando o acesso de todos!!! A educação realmente está perdendo o voo…

    1. Fala, Diego!
      Pois é, as pessoas perderam totalmente o respeito! E a tendência é isso aumentar, infelizmente…
      Valeu pela visita e boa sorte nos seus voos!

  8. Quando voltei do Rio mês passado, um casal deu um chilique por eles queriam que somente as bagagens deles ficassem no bagageiro acima de suas poltronas. Ridículo. O povo acha que é importante porque anda de avião.

  9. Todas as vezes em que estive em tal situação foi por medo de perder a bagagem. Afinal de contas, não é conferida a bagagem no desembarque comop deveria e duas bagagens minhas já sumiram. Não costumo me levantar, mas quando todo mundo se levanta eu fico de olho nas pessoas que estão metendo a mão onde estão minhas coisas. Sei lá coisa de gente de cidade grande, hahahaha! Principalmente Carioca. Abraço

    1. É,,, eu bem sei,, cariocas são os mais maus educados mesmo. Reconheço um carioca no aeroporto de longe, são sempre os que estão reinvidicando direitos inexistentes.

    2. Compreensível, Guilherme. O problema de controle de bagagem nos aeroportos brasileiros é crítico mesmo. E cada um tem sua razão para querer sair antes… mas o que eu não entendo é que tanta gente tenha essa pressa e isso aconteça em todos os voos. Mas sempre bom ficar espero com sua bagagem!
      Valeu pelo comentário e abraço!

  10. E a mais pura verdade!! O povo nao se comporta parecem um bando de animais.
    Muitas vezes tenho do dos coitados dos comissarios que tem que aguentar esse povo,trabalham feito condenados e ainda tem um salario baixo…

    1. Sim, algumas vezes também acho que os comissários sejam heróis e com uma dose de paciência incrível! Aliás, duas comissárias deixaram comentários nesse post também! 😉
      Obrigado pela sua visita, Paulo!

  11. Ahhhhh íntegro realista sensacional
    Eu sou tripulante! Exxxxxxpetacular observaçao

    Agora pensa vcs q estão lendo este texto foi escrito por um pax cae nao por um tripulante!!!
    Ótimo!!!

  12. Concordo! cheguei de Recife essa semana com meus 2 filhos pequeno, acreditam que não deixaram eu colocar as crianças na minha frente? a pessoa de traz simplesmente foi empurrando e meus filhos ficando para traz, tive que implorar licença para que eu pudesse voltar. Parecia boiada quando abre a porteira!!!

    1. Puxa, vida, Silvana! E viajar com as crianças requer ainda mais atenção e cuidado, não é?
      As pessoas realmente não tem se importado com quem está por perto…
      Obrigado pela visita e pelo comentário!

  13. Sou comissario. Realmente, a educação caiu muito e o desrespeito com o proximo. Acham que tem direito a tudo e que sempre estao com razão. Ja peguei situações que o passageiro se levanta segundas antes da aeronave tocar o chão ou esta freando, e quando o comissario chama atencao pelo sistema de alocucoes, a pessoa se sente humilada. Afff e hj em dia rudo é motivo pra humilhação e processo, mas cade o respeito e o cumprimento das normas?? Esquecem

    1. Exato, Flávio! Eles esquecem que essas normas são justamente para segurança e conforto DELES!
      Obrigado pelo comentário e pela visita ao blog!

  14. O mais engraçado disso tudo é que essas mesmas pessoas quando entram no aviao, nao estao com nenhum pouco de pressa e se demoram uma eternidade para se acomodar travando toda aquela fila. Por isso sempre procuro entrar por ultimo.

    Sem contar a falta de nocao da ordem de entrada na aeronave em razao das fileiras!

    1. Hahahahaha… é verdade, João Paulo!
      Sobre a entrada no avião, já estou escrevendo sobre isso também… muita gente comentou! 😉
      Obrigado pela visita e pelo comentário!

  15. Brasileiro não sabe cumprir regras.
    Voei com a EasyJet, um A320, Roma X Londres onde não reconheci nenhum brasileiro em um voo lotadíssimo. Não houve essa euforia e má educação.
    Brasileiro acha que porque está viajando de avião, é um evento (como era antigamente) e isso faz dele isento de cumprir regras que não venham a beneficiar o próprio.

    1. Eu diria que os brasileiros não querem cumprir as regras, Janaína…
      Tomara que isso mude com o tempo para termos mais tranquilidade e respeito.
      Obrigado pela visita!

  16. Com relação a todo mundo levantar antes da parada total da aeronave,um comandante amigo meu,sempre que a gente avisa,ele freia bruscamente o avião,aí vem o speech: “mais uma vez,para sua segurança e dos demais passageiros,mantenham-se SENTADOS com os cintos AFIVELADOS…

  17. Infelizmente é uma verdade , viajo muito e vejo isso toda vez ! Eu sempre fico por ultimo p desembarcar , e adivinha … chego na esteira e pego minha bagagem muitas vezes primeiro do que alguns apressadinhos ( leia -se mal educados de plantão ! ) e vejo não só brasileiros …. já vi foi muito “gringo” fazer da mesma forma , triste mas é verdade . Acham que comprando a passagem compram o avião e os funcionários pq só pode ….
    Passageiros … dando trabalho seja aonde for , seja qual for o meio de transporte rsrs …mas em aviões venho notando uma piora na educação ou … no pouco que resta dela .

    1. Ótimo comentário, Wanessa. Infelizmente é verdade e não só no Brasil… mas aqui tá demais!
      Espero que as coisas melhorem!
      Obrigado pela visita ao blog!

  18. Bem assim….No primeiro semestre voei 8 trechos entre Goiânia, São Paulo, Recife e Florianópolis, mas na hora do desembarque eu ria baixinho e me sentia no “busão” em Salvador. Trágico e cômico!!!!

  19. Só faltou mencionar o pessoal que leva em excesso bagagem de mão e quando a parte deles está cheia colocam na maior cara de pau a bagagem na área que claramente é para pessoas de outras cadeiras. Já fiz muita gente viajar com mala no pé e reclamando da minha pessoa, por que reclamei e ele teve de tirar a mala do bagageiro que era destinado as poltronas aonde eu e as pessoas quem viajava junto se encontravam.

    1. Verdade, Thiago. Esse é um outro problema e acho que falta mais controle das cias aéreas também, né?!
      Valeu pelo comentário e visita ao blog!

  20. Otimo assunto, educação falta, e não é só dentro do avião, é em todo lugar, mas dentro do avião parecem uns animais. Parece esteria coletiva, se um faz todo mundo faz também. MAs são uns trouxas, pois até o avião parar por completo, encostarem a escada /finger, abrirem porta, começarem a sair…. lá se vão variosss minutos e o “zé povinho mal educado” fica ali espremido e torto de pé nas poltronas ou no corredor. Garanto que se tiverem que realmente EVACUAR um avião eles serão LERDOS e não saberão o que fazer. Eu nas viagens sento também na janela, nos fundos e deixo todo mundo sair, ainda peço pra visitar a cabine no final… e as vezes quando chego no desembarque o pessoal está lá estressado esperando a bagagem que nem chegou ainda… triste, como se ficar em pé fosse resolver, ou fosse colocar mais pressão para andarem mais rapido com os procedimentos. A constatação é que o serviço de transporte aereo virou SERVIÇO DE TRANSPORTE AEREO, para a grande maioria esse tempo relax de estar no voo, olhar para baixa, apreciar se foi ha muitos anos, como diria a “dotora” lá do Rio, “lá se foi o glamur”. Hoje o aviso de “pode ligar aparelho eletronico” lá se vão correndo pegar os laptops e tablets e celular e tudo mais, parece que não podem desgrudar por 1hora, 2horas de eletronicos (acho que vão no banheiro fazer o 2 e levam junto pra postar no facebook), é triste, muito triste constatar que só se usa o aviao mesmo como se fosse um buzão lotado e quando chega na parada já tem que abrir a porta para a boiada descer. PArabens pelo post.

    1. Obrigado pela visita e comentário, Leonardo!
      Triste mesmo o que está acontecendo… e infelizmente é uma realidade! Espero que as coisas melhorem com o tempo!

  21. Eu escolho sempre o corredor justamente pra não incomodar o “vizinho” na hora de ir ao banheiro. Também me divirto observando as pessoas apertadas no corredor, na hora da saída. Mas confesso que tenho o meu momento “falta de educação mental”. É uma coisa interna, não transparece, mas é ilógico e não controlável: na hora da refeição sempre acho que não vai ter pra mim ( eu sei que vai, eu sei…). Tenho vontade de sair correndo e pegar a parte que me cabe, seja refeição em voo internacional ou pacotinho de amendoim. Quando a comissária entrega a minha comida, tenho certeza que o meu sorriso de agradecimento é o mais sincero (e aliviado) que ela recebeu em um voo.

  22. Parabéns pelo post. Em uma viagem recente pelo USA notei a diferença de educação dos gringos. Esperam todos das filas dianteiras descer para depois descerem do avião. E como vc mesmo mencionou todos necessitam pegar ônibus, esperar pela mala, etc

    Povo sem educação e individualista infelizmente. Belo post. Congrats! Legal ver que bastantes pessoas te apoiaram quem sabe mudamos o comportamento pelo exemplo! 😀

    1. Obrigado pela visita, comentário e elogio, Maurício!
      Estive nos EUA no começo do ano e reparei o mesmo. Em um dos voos. Não acontece em 100%, mas na maioria dos voos, as pessoas davam passagem às outras e se ofereciam para retirar a bagagem da parte de cima.
      Também fiquei bem feliz com a repercussão do post. Sinal de que (ainda) temos sim muita gente lúcida de educada!
      Abraço!

  23. Tenho irritacao de levar cotovelada no corredor. Prefiro sentar na janela, mas quando por acaso sento no corredor, quem estava sentando na janela fica irritado porque eu nao me levantei.

    Eu viajo bastante, mas confesso que meu marido tem essa atitude…

    Isso nao acontece somente no Brasil so pra deixar claro.

    1. Pois é, Angela, infelizmente é uma realidade e não é só aqui no Brasil não. Mas aqui tem sido muito frequente, infelizmente!
      Obrigado pelo comentário e visita ao blog!

  24. Muito bom. Eu aproveito e continuo dormindo na minha janelinha.

    Isso é muito Brasil! Porque já voei low-fare (real low-fare) na Europa e Estados Unidos e nem o custo baixíssimo justifica qualquer tipo de má educação: simplesmente não existe.

    Vi uma brasileira levar uma bronca descomunal da aeromoça quando estava voltando do Chile. A primeira hora do voo é para ficar sentado devido muitas turbulências sobre os andes. Na ocasião, com tempestade esse período aumentou para 3 horas, nunca passei tanto medo, eu voava do assento.
    Ai a mocinha resolve ir até o banheiro. De longe a aeromoça falou para ela se sentar, a mesma retrucou reclamando. Deu uma turbulência e a mulher não voou? Looonge! A aeromoça completou, vai sentar agora.
    Detalhes, todos sentados com cintos, inclusive a tripulação.

    Enfim, é má educação sim, e isso é um risco muito grande.

    1. Verdade, Cynthia! A relação não é do preço da passagem e sim da educação de cada um.
      Vejo com frequência os tripulantes (que inclusive deixaram comentários aqui também) tendo que alertar passageiros a toda hora, mesmo após insistentes avisos do comandante e alerta de luzes na aeronave! E daí, quando acontecem acidentes como o que você mencionou, quem leva a culpa?
      Obrigado pela visita e comentário!

  25. Perfeito seu post. Eu e minha esposa nos divertimos vendo os loucos do desembarque. O engraçado é que essa galera é maioria mais não vi um comentário de alguém dizendo: sou o apressadinho em questão e faço isso mesmo. Kkkkkk… Ao ler o post com certeza as pessoas ficam pensando na tranqueira que fazem, devem se achar ridículas, porém basta mais um desembarque para esquecerem tudo isso e voltarem a ser elas mesmas.

    1. Verdade, Douglas, pouca gente assume que faz. Mas é engraçado mesmo e nos resta dar risada. Espero que esse pessoal pense em mudar seus hábitos! Abraço e obrigado pela visita!

  26. É a mais pura verdade! Em um voo Barcelona-Sao Paulo parecia que as pessoas nao tinham comido à um mês! Pegando bolsas de batata, refrigerante, tudo o que tinha direito e o que nao tinha também, incrível!

    Nesse mesmo voo, chagando em Guarulhos o que você falou, o avião ainda estava taxiando e já tinha gente levantando. Os comissários dando bronca em todo mundo, falando para sentar.

  27. Parabéns pelo comentario , sou PLA aposentado e frequente mente viajava como PAX após minha jornada de trabalho . Certa ocasião um laptop cai na minha cabeça por causa da pressa do mal educado que sequer esperou o avião ter os avisos de atar cinto desligado e se apressou em retirar sua bagagem . Sempre imaginei o caos que seria gerado na aeronave caso houvesse necessidade de uma evacuação de emergência , se nem num vôo normal os passageiros respeitam os anúncios dos comissários………

    1. É isso, Paulo. Além de serem mal educados, ainda podem machucar alguém! Tá difícil controlar esse povo, viu!
      Obrigado pela visita ao blog e pelo comentário!

  28. Pingback: O Mochileiro na TV | Mochileiro das MaravilhasMochileiro das Maravilhas

  29. Olá! O meu grande medo é,se nesse desembarque,por algum motivo como por exemplo abastecimento de combustível da aeronave ao lado, fumaça ou fogo, como os comissários conseguirão evacuar todo um avião com tantas bagagens,bolsas e afins no meio do corredor? Quantos terão que morrer para essa lei ser respeitada, sabendo-se que a tripulação tem até 90 segundos para esvaziar o avião?

    1. Pois é, Aline… em caso de emergência eu também imagino as pessoas se amontoando e a confusão se armando dentro da aeronave. Realmente não sei como podem conseguir evacuar um avião em 9 segundos…
      Obrigado pela visita ao blog!

  30. Pingback: Como tirar o passaporte? Ele foi renovado e dura mais! - Mochileiro das MaravilhasMochileiro das Maravilhas

  31. Alguém ainda há de fazer uma longa dissertação e análise o por quê as pessoas mudam tanto ao entrar no avião??

    Além de RP, também já fui comissário de voo e fiz uma lista com 11 dicas para tornar a viagem melhor para todos..
    http://muitaviagem.com.br/etiqueta-viagem-aviao-dicas/

    (só uma errata, na verdade somos treinados para evacuar qualquer avião em 90 segundos – por isso fazemos o check de cabine antes da decolagem e do pouso, para deixar a cabine sem obstáculos, visto que estes dois são os momentos mais críticos que podem acontecer acidentes).

  32. Pingback: Tá com fome? Comida de avião! - Mochileiro das Maravilhas

  33. Achei que era o único no voo que pensava essas coisas, tbm acho hilário e até idiota, um bando de gente se levantando deseperadamente .Eu realmente não sei Oq essas pessoas pensam, talvez seja o novo público aderindo às viagens de avião , ou mesmo a educação que o povo brasileiro está deixando de lado.
    Abraço

Adicionar comentário